O Iowa Gambling Task (IGT) é uma tarefa criada por Antoine Bechara e seus colegas para medir a tomada de decisão em situações de incerteza. A tarefa simula uma situação em que o participante deve escolher entre quatro baralhos de cartas que têm probabilidades diferentes de recompensas e punições. Os dois baralhos vantajosos oferecem recompensas de curto prazo com punições de longo prazo, enquanto os baralhos desvantajosos oferecem recompensas menores com punições menores. A tarefa é considerada uma medida de comportamento de risco, uma vez que os participantes precisam aprender a pesar os riscos e benefícios de cada escolha.

A aplicação do Iowa Gambling Task tem sido ampla na neurociência e psicologia. Usando técnicas como a ressonância magnética funcional (fMRI), os pesquisadores podem examinar as áreas do cérebro que são ativadas durante a tomada de decisão e testar hipóteses sobre como o cérebro processa informações e faz escolhas. Alguns estudos sugerem que pessoas com traumas cerebrais ou distúrbios emocionais como ansiedade e depressão podem ter dificuldades na tarefa.

No Brasil, o IGT tem sido utilizado em diversos estudos acadêmicos. Um estudo recente elaborado por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) utilizou a tarefa para avaliar o comportamento de risco em jogadores patológicos. Os resultados mostraram que jogadores patológicos apresentam desempenho pior na IGT do que jogadores recreativos e não-jogadores, sugerindo que o IGT pode ser uma ferramenta útil para a identificação de jogadores com riscos de desenvolver comportamentos problemáticos.

Outro estudo realizado no Brasil, dessa vez pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), investigou a relação entre o desempenho na IGT e a sensibilidade à punição em indivíduos com depressão. Os resultados mostraram que indivíduos com depressão apresentam menor sensibilidade à punição do que indivíduos sem depressão, o que pode contribuir para o comportamento de risco em contextos do mundo real.

Em conclusão, o Iowa Gambling Task é uma ferramenta valiosa para estudar o comportamento humano em situações de tomada de decisão. No Brasil, a tarefa tem sido utilizada em diversos estudos para entender melhor questões como comportamentos de risco, jogos de azar e depressão. Esperamos que este artigo tenha sido útil para entender a importância da IGT na pesquisa neuropsicológica e seus aplicativos no Brasil.